(77) 3455-2318 | (77) 3455-2272

10 dicas para melhorar sua empresa neste semestre

Sabemos que o encerramento do semestre (Junho e Dezembro) é um mês aquecido para vendas, no caso de Junho no Nordeste é ainda mais agitado! É um período que quando passa, sentimos falta. Mas e agora, o que fazer já que a melhor época do semestre se foi? Esperar pelo dia dos pais, das crianças ou pelo Natal?  Não mesmo!

Vendeu bem? Ótimo, comemore com sua equipe, valorize aqueles que contribuíram para o resultado, e volte ao trabalho.

Não vendeu bem? Então identifique suas falhas, reúna com sua equipe, converse, peça opiniões tente entender o que não deu certo, aprenda, e volte ao trabalho.

Veja o que você pode fazer depois de Junho ou Dezembro (ou em qualquer outra época):

  1. ANALISE E REAVALIE SEU ESTOQUE
    Veja os produtos que estão saindo de moda (ou ficando vencidos), separe-os, faça uma promoção, anuncie, e venda também em Julho!
    Faça uma contagem de estoque, catalogue todos os produtos que você tem, veja os produtos que mais foram vendidos, e tenha esta analise em mãos para se projetar melhor para as próximas festas Juninas (faça isso também para outras datas comemorativas).
     
  2. REDUZA SUAS CONTAS A RECEBER
    Tão importante quanto vender, é receber.

    Separe os “fiados”, eleja alguém da empresa (ou até de fora) para ficar responsável pela cobrança, se possível, pague uma comissão por recebimento para que a pessoa se empenhe mais ainda (cobrar dos outros não é uma tarefa fácil e tão pouco agradável, e por isso deve ser valorizado). Lembre-se de ter todos os dados da pessoa na hora de cobra (isso assegura seus direitos), emita carta de cobrança formal e com logo da empresa. Seja discreto, mas exija seus direitos.

    Ainda não conseguiu receber? Então negative no SPC, Serasa, CDL, Sindac, etc!
     
  3. CONTROLE SEU FINANCEIRO
    A maioria das empresas não controla as despesas ou contas a pagar direito, geralmente contam somente com as vendas para cobrir os custos diversos que envolvem o negócio. Porém, em tempos de recessão quando não é possível aumentar o volume de vendas e este tende a cair, o que temos que fazer é ir pra cima dos custos. Avalie todos os custos fixos e variáveis da sua empresa, tente entender melhor para onde está indo seu dinheiro, feito isso veja quais destes custos você consegue reduzir ou cortar.

    O coração de uma empresa é o seu fluxo de caixa (Bombeamento de dinheiro), se você não cuida bem dessa parte, você corre sérios riscos. O Lucro de uma empresa não está em vender muito, e sim em Gastar menos do que Recebe.
     
  4. PREPARE SUA EQUIPE
    Aproveite a época de menor movimento para capacitar você e sua equipe, busque cursos (o Sebrae e o CDL podem ajudar nisso), participe de feiras do seu setor, se não puder ir presencialmente, procure Online, o Sebrae e a Endeavor tem ótimos conteúdos online de aprendizagem.
     
  5. MELHORE A IMAGEM DA SUA EMPRESA, FORTALEÇA SUA MARCA
    Com as redes sociais em alta, e a tecnologia cada vez presente, é requisito obrigatório sua empresa ter no mínimo uma Página no Facebook. Crie páginas e perfis nas redes sociais, poste fotos e momentos que envolvem seus produtos, crie uma relação mais próxima com seus clientes. Além disso o comportamento do consumidor está mudando constantemente, hoje não basta apenas ter o produto, e ter um bom preço, isso os concorrentes também tem.

    É preciso se diferenciar, ter um serviço melhor, um diferencial, algo que toque o cliente.
     
  6. SEJA RESILIENTE
    Problemas, dificuldades, sempre vão existir. Mas é você quem decide como passar por cada um deles!
     
  7. MUDE! ADAPTE-SE! ATUALIZE-SE
    O mundo muda o tempo todo, a tecnologia tem mudado o mundo como nuca, então se você não se atualizar, é certo que irá ficar pra trás. Ter um negócio não é mais tão simples como antes. É preciso adaptar-se e traçar novas estratégias o tempo todo. Mas tome cuidado para não perder a essência da Missão e Visão da sua empresa!
     
  8. ENCONTRE BOAS PESSOAS PARA ESTAREM AO SEU LADO
    Apesar de desemprego estar em alta no país, o que mais temos visto dos proprietários de pequenos negócios é a dificuldade em encontrar boas pessoas para integrar à equipe. Falta mão de obra qualificada, e que queira trabalhar e fazer acontecer.

    Se você tem objetivo de crescer e prosperar em seu negócio, precisará contratar os melhores, os mais dispostos, pessoas empreendedoras que façam mais que a obrigação, enfim os mais “VIVOS” para o negócio. E quando encontrar boas pessoas, valorize-as, não é fácil encontra-las.
     
  9. FAÇA UMA GESTÃO EFICIENTE DO SEU NEGÓCIO
    A vida de um empreendedor é muito corrida, e cheia de atividades, com isso falta tempo pra dar conta de tanta coisa. É por isso que você não pode deixar de planejar e fazer uma gestão eficiente da sua empresa. Como fazer isso? Analise como funciona o seu dia a dia, e da sua equipe, tente padronizar e criar processos para cada passo que é dado. Defina quem é responsável pelo que dentro da empresa, faça com que ela cuide desta parte e seja responsável pelos resultados positivos ou negativos daquilo que foi encarregada.
     
  10. USE E ABUSE DE UM SOFTWARE DE GESTÃO DE QUALIDADE!
    Nos tempos antigos gerenciar um negócio com caneta e papel era possível e simples, naquela época, não havia tanta concorrência, colocar preço errado no produto? Sem problemas! A margem dos outros equilibrava. O mundo não era tão Digital e tão conectado, então a caneta e papel eram parceiros fortes do empresário.

    Mas os tempos mudaram, a concorrência aumenta o tempo todo (a estimativa é de que em 50 anos existam no Brasil 1 empresa ou pequeno negócio para cada 5 pessoas), o consumidor está cada vez mais informado, exigente, conectado, e para completar o governo criar dezenas de milhares de regras tributárias e confusas (o sistema tributário brasileiro é tido como o mais complexo do mundo)!

    Dar conta de um negócio no Brasil Atual é coisa de atleta de nível olímpico, tem que ter raça, trabalhar duro, e acima de tudo gerir bem toda esta situação. Se você ainda não usa um sistema de gestão, então já está atrasado, se usa e ainda não faz uso pleno ou não consegue enxergar o valor que ele traz pra você (Usa apenas para atender à alguma obrigação fiscal por exemplo), Você também está atrasado!

    VOCÊ PRECISA TER EM SUA EMPRESA UM SOFTWARE DE QUALIDADE E BEM IMPLANTADO!

Uma verdadeira maratona não é? Por isso reafirmo, ser empreendedor hoje e dono do próprio negócio é praticar atletismo a nível olímpico!
Se você encontra dificuldades para “encaixar” as coisas e fazer sua empresa funcionar como gostaria, talvez precise estudar um pouco mais (ou estudar muito) sobre gestão, ou, se tiver disponibilidade financeira, contratar um consultor, que poderá ajudar e acelerar no processo. Mas atenção: A não ser que sua empresa tenha dinheiro o suficiente para bancar um consultor indefinidamente ou contratar um gerente de alto nível, VOCÊ é quem precisará dar conta do recado. Não caia na Zona de Conforto, busque sempre novos desafios. Levar uma vida de empreendedorismo e em busca de desafios, é como praticar exercícios, você pode ater ter dificuldade no início, achar cômodo, ter preguiça, mas após um tempo persistindo, isso se torna parte de você, seu corpo e sua mente vão pedir por isso, e aí você conseguirá traçar uma estratégia e alcançar o "Troféu Olímpico".

Dica:

Se precisar de um ótimo sistema de gestão para ajudar em vários aspectos do que foi falado acima, Conte com o Maxpró ERP. É um sistema de gestão que está a mais de 10 anos no mercado, atende empresas em mais de 5 estados, possui suporte de qualidade e multicanal (Chat, Help Desk, E-Mail, Telefone, Vídeo Aulas e Manuais).
Aprovado na última pesquisa de satisfação, o Maxpró vem ganhando destaque no mercado. Aproveite para conhecer e ver o que ele pode fazer pela sua empresa, e por você!

Gostou das dicas acima? Compartilhe com a gente, envie suas dúvidas.

 

5 Mulheres com altos cargos no setor de Tecnologia

Para todos que estiveram no planeta terra nos últimos anos sabe muito bem que as mulheres vem conquistando cada vez mais espaço em um mundo onde os homens predominaram por séculos, A sociedade machista está sumindo e as mulher vem ganhando o lugar de direito.

Já foi o tempo em que as mulheres precisavam se contentar com certos cargos no ambiente corporativo. O preconceito e a discriminação, ainda existem, mas já percebemos que as portas estão se abrindo e é mais fácil ver mulheres ocupando altos cargos em área tradicionalmente masculinas, como por exemplo, o mundo dos desenvolvedores, engenheiros e hackers, para ilustrar bem esse movimento segue abaixo uma lista com as 5 mulhes mais poderosas do mundo da Tecnologia...

        Sheyl Sandberg: Ex-diretora de operações do Facebook, hoje integra a diretoria da empresa, sendo o primeiro membro feminino a participar e conta com cerca de U$$ 1 bilhão da empresa.   
 Ginni Rometty:  Depois de 30 anos trabalhando na IBM, ela assumiu como CEO da empresa em 2012. É considerada uma das 50 mulheres mais poderosas do mundo dos negócios pela revista Fortune e chegou ao ranking por sete vezes seguidas.  
 Ursula Burna: é CEO da empresa Xerox. Ela começou como estagiária de verão no setor de engenharia e é a primeira mulher negra a ocupar um alto cargo entre as maiores empresas dos Estados Unidos.   
Meg Whitman: A CEO da HP deixou de lado as eleições para governador na Califórnia para assumir o desafiador trabalho de recuperar a companhia em declínio.    
Marissa Mayer: em 1999 ela foi a 20° pessoa a ser empregada pela Google, mas surpreendeu o mundo quando trocou  cargo e hoje é CEO do Yahoo.

 

 

 

 

E aí, gostou desse post! Confira mais dicas de gestão no nosso blog...

Fonte: http://www.mulherzinhas.com/mulher-de-fases/as-5-mulheres-mais-poderosas-da-ti/

Por quê o marketing digital é fundamental para seu negócio?

O marketing é uma disciplina acadêmica que orienta os seus profissionais a realizar ações estratégicas para posicionar uma marca na mente do cliente alvo. Acontece que com o surgimento do mundo tecnológico e essa tendência às relações dinâmicas da vida com o caráter 2.0 da internet, foi fundamental a criação do marketing direcionado para as ações digitais.

E qual a importância dele para o seu negócio? Pessoas estão saturadas de informação e de necessidades. Ao mesmo tempo em que procuram uma maneira fácil de solucionar seus problemas, existem milhões de alternativas disponibilizadas na internet e nem todas são eficientes. Para salvar a sua empresa de cair no vazio existencial online e o seu cliente de cair nas garras de uma farsa digital, o marketing digital é fundamental para o seu negócio.

  • Seja uma autoridade

Ao vincular as ações do marketing digital ao nome do seu negócio, você ganhará um caráter online que tenha a ver com o seu setor de atuação. As pessoas irão, de uma forma ou outra, vincular seu nome ao que você faz e produz. Imagine ser uma autoridade na sua categoria de pertencimento? Mesmo que sirva apenas para as cinco pessoas que estão precisando do seu serviço, na mente delas o seu negócio já estará posicionado.

  • Business democrático

Com o marketing digital todas as empresas terão acesso às mesmas tecnologias, redes, web site, pessoas e comunidades online. A que melhor souber utilizar essas funções para o seu negócio, mais irá ganhar de retorno de captação de cliente.

Além disso, a empresa que já tem uma notoriedade no mundo real irá ganhar apenas uma extensão e confirmação desse posicionamento no mundo virtual. As pessoas irão lembrar ainda mais dela.

  • Credibilidade global

O fato de que a internet permite um alcance global e, na maioria das vezes, ilimitado em questão de delimitações geográficas, é sinal de que a sua marca também poderá ter esse alcance. Mesmo que o seu público seja limitado para pessoas locais, é uma questão de credibilidade mundial.

Imagine se alguém de fora vem para um evento na sua cidade e reconhece o nome da sua marca porque viu algo na internet, é questão de notoriedade. Às vezes, casos muito exitosos de marketing digital ganham grande visibilidade mundo afora, então é fundamental para o seu negócio ganhar essa confiança local e no exterior.

  • Resultados duros

O marketing digital é fundamental para aquele negócio que trabalha com resultados numéricos brutos. Mas o que fazer com esses dados? Simples, você pode fazer a comprovação do seu retorno sobre o investimento (ROI), que é saber qual está sendo o retorno mensurável em relação ao dinheiro que você disponibilizou para o marketing digital.

Em uma campanha real, é quase impossível ter acesso a esses dados numéricos de forma tão eficiente e segura, mas graças à digitalização do mundo, agora é mais fácil conhecer o seu público e o valor real do seu investimento e suas ações.

  • Facilita a segmentação do seu público objetivo

Justamente por ter acesso a essas ferramentas que disponibilizam o feedback bruto da quantidade de clientes alcançados a partir de cada ação estratégica, você passa a direcionar melhor as suas campanhas e o seu produto/serviço. Saber a que horas o seu publico está online, saber como gostam de comprar, o que valorizam, quais são suas necessidades e facilitará em uma possível pesquisa sobre futuras necessidades deles.

  • Sintonize-se com a interatividade do mundo

Os meios digitais vivem em função da interatividade, da ação, da dinâmica intensa no cotidiano. São muitas informações novas a todo o momento. As pessoas não conseguem mais prestar atenção em algo por mais de 2 minutos sem desviar o olhar. Você irá captar a atenção deles se entrar nesse ritmo também e os meios digitais são a saída mais acessível para isso.

Você pode entrar nos dispositivos móveis do seu cliente, pode enviar notificações diárias através de um aplicativo, pode criar diversas maneiras de interações com a sua marca e publicitar de maneiras diversas.

Muitas vezes, a melhor saída para uma empresa não é o compartilhamento de conteúdos bonitinhos em páginas de Facebook. Talvez o seu público não queira isso e nem tenha tempo de participar de certas ações que você proporciona. As técnicas do marketing digital são fundamentais para o seu negócio porque poderão elevar o nível de percepção e notoriedade da sua marca para outro nível, basta saber o momento certo de utilizado.

E o momento certo é o agora!

E aí, gostou desse post! Confira mais dicas de gestão no nosso blog...

Como começar um negócio investindo quase nada!

Começar qualquer empreendimento nesse cenário de crise é difícil, mas sentimos esse efeito principalmente quando a falta de recursos financeiros limita a nossa criatividade. Boas ideias são sempre bem-vindas, acontece que em muitos momentos elas requerem uma quantia monetária que ainda não disponibilizamos das mesmas.

É possível começar um negócio investindo quase nada? Não se preocupe, é sim. Só precisa do auxílio de algumas ferramentas técnicas para isso e é exatamente o que iremos sugerir agora, para ajudar a sanar o seu questionamento. Venha descobrir conosco como.

  • Esteja preparado para ser um empreendedor

Conheça todas as suas fortalezas e debilidades, não se engane ao pensar que poderá capacitar-se com o tempo, isso é apenas para quem tem uma quantia significativa de dinheiro para começar um negócio. Lembre-se que seu objetivo é investir quase nada, então saiba em que você poderia focar, alguma habilidade que já possui e não precisaria gastar muito dinheiro para aprimorar-se e chamar a atenção.

Ser empreendedor requer disponibilidade de tempo e reflexão para tomar as decisões que parecem ser as corretas em um momento. Também tenha em mente que não existe a melhor decisão, você não pode se culpar por ter escolhido ir por um caminho que parecia certo e depois não resultou tão produtivo. Como empreendedor, seu dever é prever riscos e não a melhor decisão.

Simule futuras situações de risco para a sua empresa, simule um plano financeiro, simule o futuro do seu projeto a curto, médio e largo prazo. Isso não custa nada e, se você pensar em receitas para resolver esses futuros problemas, quando eles realmente ocorrerem, estará preparado e provavelmente já terá uma solução a mãos. Esteja disposto a isso.

  • Use o dinheiro dos outros

Se você não tem dinheiro para uma inversão inicial e começar o seu negócio, nada melhor do que procurar investidores que tenham o dinheiro e se interessem pela sua ideia. Prepare-se para vender as suas fortalezas encontradas no momento de reflexão inicial, procure um investidor, ajuda em crowdfunding, amigos ou familiares que possam emprestar nesse primeiro momento.

Muitas vezes o seu negócio tem um bom potencial de lucro que possam interessar a terceiros que não têm tempo para pensar em ideias novas, mas vivem disso, de investir na criatividade dos outros. É uma boa saída para começar um negócio investindo quase nada.

  • Procure parceiros

Se você realmente não quer se envolver com empréstimos bancários ou com investidores que só querem saber de feedback positivo numérico, uma boa saída é procurar parceiros que estejam dispostos a crescer junto com a sua empresa e tenham interesses em comum.

Pessoas adoram a sensação de exclusividades, inclusive os empreendedores como você. Ao oferecer uma parceria estratégica com alguém, você não perde a autonomia do negócio, ganha credibilidade com os consumidores dele e não correrá esse risco sozinho.

  • Saiba usar o seu networking

Networking é a sua rede de contatos, as suas conexões estratégicas na área do seu negócio. Prepare uma lista com esses recursos humanos e espere o momento certo para aciona-los, sempre irá aparecer a oportunidade, além de fortalecer vínculos com pessoas que não são seus concorrentes, mas que podem atrair futuros-possíveis clientes.

É importante fazer uma lista de possíveis serviços ou produtos que o seu negócio não oferece, mas que seus clientes podem precisar. Quando descobrir quais são, procure profissionais que tenham uma linha de trabalho parecida com a sua, construa um vínculo profissional com eles e sejam um o aglutinador do outro, troca de contato de cliente nunca é demais.

 

É isso aí, depois dessas pequenas e valiosas dicas, esperamos que você já saiba como começar um negócio investindo quase nada. Existem muitas possibilidades no mercado para isso, como a venda de doces ou salgados, rede de freelancer, consultoria ou assessoria virtual, manicure, entre outros. Saiba como monetizar o seu conhecimento e aprimore-se!

E aí, gostou desse post! Confira mais dicas de gestão no nosso blog...