(77) 3455-2318 | (77) 3455-2272
Terça, 26 Setembro 2017 13:01

Nota Fiscal de Serviços (NFS-e) será padronizada nacionalmente, como a NF-e e NFC-e

A Secretaria de Comércio e Serviços (SCS) do MDIC e a Receita Federal realizaram no dia 18/04/2017 uma apresentação do Projeto da Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e) a entidades nacionais representativas do setor de comércio e serviços.

O projeto em desenvolvimento pela Receita, visa implementar uma solução nacional unificada para emissão de notas fiscais e terá o código NBS* como classificador padrão para os serviços.

Conforme foi apresentado na reunião dessa terça, um dos objetivos do projeto da NFS-e é trazer melhorias ao ambiente de negócios por meio da racionalização e padronização das obrigações acessórias e disponibilização de um repositório nacional, facilitando assim, a integração com sistemas proprios como o Maxpró ERP.

Para o secretário de Comércio e Serviços, Marcelo Maia, é fundamental a participação do setor produtivo no desenvolvimento da Nota Fiscal de Serviços Eletrônica. 

O projeto piloto deverá ser lançado em dezembro de 2017 no Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP), Brasília (DF), Porto Alegre (RS), Maringa (PR) e Marabá (PA).

Esta mudança será um marco no setor de serviços no Brasil. Atualmente as empresas prestadoras de serviço precisam ter um sistema que integre diretamente com a prefeitura municipal, ou emitir a nota de serviços diretamente pelo sistema fornecido pelas prefeituras (gerando retrabalho), em alguns casos ainda, a emissão é feita em talão manual, já que muitas prefeituras municipais não possuem um sistema integrado de emissão de nota fiscal de serviço.

A NFS-e no Maxpró ERP

Assim como no lançamento da NFC-e, a Sismais Tecnologia vai acompanhar e se adaptar ao desenvolvimento do projeto, agregando o modulo de NFS-e e se tornando um dos pioneiros nessa nova tecnologia. Conheça os recursos atuais do Maxpró ERP, Clique Aqui.

* O NBS  (Nomenclatura Brasileira de Serviços, Intangíveis e outras operações que produzam variações no patrimônio) é um código de classificação de serviços semelhante ao conhecido NCM.

Deixe um comentário