(77) 3455-2318 | (77) 3455-2272

Como um sistema de gestão pode organizar melhor a minha empresa

Como um sistema de gestão pode organizar melhor a minha empresa​​​?

Você é daqueles gestores que usa o método “tradicional” de anotar tudo com papel e caneta? A gestão da sua empresa não é digital? Pois saiba que você está complicando a gestão e perdendo uma oportunidade de ouro.

Hoje em dia existem sistemas de gestão completos e integrados, que facilitam a gestão de qualquer negócio, agilizam o serviço e aumentam a produtividade. Um sistema de gestão empresarial é um programa que integra todos os dados e processos de um negócio no mesmo sistema de forma automatizada e organizada. Ou seja, optar por essa tecnologia é modernizar a sua empresa, garantindo a simplificação dos processos e o aumento de resultados positivos.

Otimização dos processos e organização

 

Uma das principais vantagens ao usar um sistema de gestão é que tudo é mais rápido e prático, tudo pode ser resolvido no mesmo programa. Com ele, os dados de todos os setores vão sendo automaticamente organizados e podem gerar estatísticas e relatórios que vão te ajudar a entender melhor o seu negócio, o que está funcionando, o que precisa mudar, quais são as necessidades imediatas.

Por exemplo, se você mantém todas as informações no papel, é muito provável que quando quiser saber se tem um determinado produto tenha que ir até o estoque conferir. Mas com o sistema de gestão fica muito mais fácil, basta consultar no computador se o produto está disponível através do sistema de controle do estoque. Ele também ajuda a entender o que tem mais saída e quando, bem como o que está encalhado e pode te dar prejuízo. A vantagem disso é que você pode aumentar os lucros direcionando suas ações e pedidos.

Essa mesma simplicidade e eficiência vale para pagamentos, pedidos, gastos, lucros: tudo está disponível a um clique, sem complicação. A informatização do seu negócio também diminui drasticamente as chances de cometer erros ou confusões, que muitas vezes significam prejuízo, como esquecer de pagar um fornecedor ou de fazer um pedido.

Em um mundo dinâmico e competitivo, implantar um sistema de gestão significa aumentar a produtividade e reduzir custos, pontos muito importantes para qualquer empreendimento, ainda mais em tempos de crise.

Visão geral da empresa traz resultados melhores

Com uma empresa mais organizada e com uma gestão eficiente, é possível ter uma visão global do seu negócio, identificando problemas, pontos positivos e negativos e mudanças que podem ser feitas. Um sistema de gestão inclui controle de estoque, de vendas e financeiro, além de relatórios automáticos

Para uma empresa dar certo é preciso entender cada fator que ela envolve: finanças, administração, compras e atendimentos. Se você não souber exatamente o que acontece em cada setor, vai ter problemas e prejuízos. Mas fazer tudo isso com documentos e arquivos físicos fica muito complicado e demorado.

O sistema de gestão integra sua empresa e faz esse serviço sem te dar dores de cabeça, de forma eficiente e econômica. É uma oportunidade de fazer o seu negócio melhorar, garantindo o melhor serviço e atendimento, sem grandes gastos ou problemas para a empresa.

E aí, gostou desse post! Confira outras dicas de gestão no nosso blog... 

Como emitir uma nota de devolução de compra e venda

Como emitir uma nota de devolução de compra​​​?

Quando há a intenção de cancelar a ação de compra, é preciso emitir uma nota fiscal de devolução. Ela segue determinados procedimentos para que não haja problemas com impostos. 

Mesmo após tomar muito cuidado na hora de fazer uma compra adequada, há situações em que a devolução se torna necessária. É preciso ter um Certificado Digital A1 ou A3 para conseguir fazer a emissão, com telas semelhantes às da nota fiscal padrão, o que facilita a compreensão para realizar a tarefa. 

Tipos de devolução

Há dois tipos de devolução de compra: a com nota fiscal emitida pelo destinatário e a devolução com a mesma nota fiscal. No primeiro caso, o destinatário é o responsável por enviar ao remetente a nota fiscal de devolução, após receber de volta o produto e assinar o recibo de entrega. É importante anotar o motivo da devolução, o número, a série e a data da nota fiscal original, além de marcar a opção “nota fiscal de devolução” onde há o item “finalidade”. 

Já na devolução com a mesma nota fiscal o produto é devolvido com o mesmo documento fiscal e o destinatário precisa anotar na própria nota o motivo da devolução. O processo é mais simples e pode ser enviado para o livro de entradas, arquivado adequadamente como devolução junto às outras notas fiscais. 

É importante que a empresa que estiver recebendo a devolução informe na nota o IPI e o ICMS das mercadorias que foram devolvidas, para que seja feita tal como foi vendida e não ocorra duplicidade ou cobrança equivocada de impostos. 

Na troca de mercadorias também há dois processos específicos. O mais simples é quando o produto trocado está sem nenhum dano; quando é feita a troca, ele vai direto para o ponto de venda. Mas caso ele esteja com defeito, envia-se junto a ele uma nota fiscal de devolução informando sobre o problema e que haverá reposição do produto danificado. 

Se o produto defeituoso precisar ser destacado, o fornecedor deverá emitir uma nota fiscal de baixa de estoque, para informar a perda da mercadoria. 

Passo a passo para a emissão da nota

Como o sistema de emissão de nota fiscal de devolução é o mesmo que para a nota fiscal, basta ir no topo da página e marcar como Devolução, escolhendo a Operação de compra ou venda, indicando a Chave de acesso da Nota Fiscal. 
O restante diz respeito a informações sobre o cliente ou fornecedor que receberá a devolução, com informações sobre os motivos, valor do frete, informações fiscais, complementares, alíquota de ICMS e outras.

Confira abaixo os códigos da nota para saber sua natureza e não cometer erros: 

Quando a mercadoria for devolvida para indústrias: 
CFOP – 5201 – Operações no Estado
CFOP – 6201 – Operações em outros Estados

Quando a mercadoria for devolvida para comércio:
CFOP – 5202 – Operações no Estado
CFOP – 6202 – Operações em outros Estados

Quando a mercadoria for devolvida para ativo fixo ou consumo próprio:
CFOP – 5553 e 5556 – Operações no Estado
CFOP – 6553 e 6556 – Operações em outros Estados

E aí, gostou desse post! Confira outras dicas de gestão no nosso blog... 

Como alavancar as vendas de minha empresa com marketing de conteúdo

Como alavancar as vendas de minha empresa com marketing de conteúdo​?

 

Como alavancar as vendas de minha empresa com marketing de conteúdo

Se você é o dono de um negócio, ou está à frente da gestão de uma empresa, sem dúvidas está sempre em busca de formas de alavancar as vendas e conquistar uma maior lucratividade.

Mas já parou para pensar que existem táticas capazes de trazer este resultado e ainda melhorar sua imagem perante o mercado, aumentando assim a fidelidade? Isso mesmo. Estamos falando do marketing de conteúdo.

Mas o que é o marketing de conteúdo?

Como o próprio nome indica, o marketing de conteúdo nada mais é do que a união de ações e estratégias que têm como principal objetivo levar informações, dicas, novidades e muito mais para seus clientes.

Ou seja, ao invés de focar na comunicação somente no formato de publicidade, que simplesmente divulga os produtos ou serviços e seus atributos, no marketing de conteúdo a marca passa a ser uma fonte confiável de informações e, por isso, consegue conquistar a credibilidade e o coração dos consumidores.

Isso não significa que você terá que divulgar notícias a respeito de tudo que acontece por aí, mas sim, que será o canal que as pessoas buscarão para saber mais a respeito do seu tipo de produto e do universo que gira ao redor dele.

Parece complicado? Talvez, mas, na prática, não é tanto assim. Afinal, nada melhor do que uma empresa especializada no ramo para indicar quais são as melhores práticas para se tirar o máximo de proveito da experiência de compra e dicas para aproveitar melhor o que ele pode proporcionar.

Imagine, por exemplo, que sua empresa vende determinado produto ou serviço para o público adolescente. Neste caso, o marketing de conteúdo deve envolver ações e comunicações voltadas para este consumidor, com uma linguagem apropriada, estar presente em eventos que possam chamar a atenção deles e, quem sabe, a criação de vídeos, textos e imagens que sejam pertinentes à realidade deles. Uma ideia bacana seria convidar influenciadores digitais para escreverem textos no blog de sua empresa. Com isso você estará gerando tráfego para seu site através de conteúdo.

Você poderá ainda falar diretamente do produto e da experiência de compra em si, mas sempre agregando conteúdos que sejam relevantes e que realmente façam a diferença no cotidiano deles. Quem sabe até fazer parcerias com outras marcas, artistas, bandas e por aí vai.

Mas o que isso tem a ver com as vendas?

Por incrível que pareça, este trabalho afeta as vendas em cheio, e sempre da melhor maneira possível. Isso ocorre porque tudo que o consumidor mais quer é encontrar uma marca que reconheça o que ele realmente deseja.

Quanto mais próxima sua marca estiver do seu consumidor, melhor será a relação que ele terá com ela. Com isso, além de comprar mais e de forma mais fiel, ele irá compartilhar e dividir o conteúdo que sua empresa publicar para seus amigos e conhecidos, aumentando a rede de visibilidade.

A internet e as redes sociais são o melhor canal para apostar no marketing de conteúdo. Você poderá utilizar todas estas ferramentas e se tornar mais do que uma opção de compra, se tornando parte da vida desse consumidor, que confiará e respeitará a opinião e a informação publicada pelos seus canais.

Pense nisso e comece a desenvolver sua estratégia de marketing de conteúdo agora mesmo. Suas vendas agradecem!

Como anunciar na internet e melhorar a visibilidade de minha empresa

Como anunciar na internet e melhorar a visibilidade de minha empresa?

 

Os anúncios na internet são estratégias de marketing digital que, de forma geral, têm trazido resultados bastante positivos para empresas de todos os portes e setores. Ideal para melhorar e aumentar a visibilidade de um negócio, a maior vantagem é que esses anúncios dispõem de preços acessíveis. Além disso, com algumas ferramentas de marketing digital, como Google AdWords e Facebook Ads., também é possível segmentar os anúncios para que eles apareçam na tela dos usuários com maior chance de finalizar a compra.

Para começar a anunciar na internet, no entanto, é essencial elaborar uma estratégia de marketing. Não basta se cadastrar no Google AdWords, por exemplo, sem sequer ter ideia do que você pretende fazer com esses anúncios. Antes de qualquer coisa, é preciso estabelecer quem é o público alvo e quais são os principais objetivos da empresa com essas ferramentas, como, por exemplo, aumentar as vendas, popularizar um produto específico ou conquistar novos clientes.

Quer saber como anunciar na internet e melhorar a visibilidade da sua empresa? Confira nesse post todas as dicas e informações que temos para você! Acompanhe:

Desenvolvendo uma estratégia de anúncios

Quem são as pessoas que você quer que vejam os seus anúncios? Onde moram? Que idade tem? Quais são seus gostos? Respondendo a essas questões, você saberá quem é o público alvo da empresa. Ter essa informação, antes mesmo de formular os anúncios, é fundamental para que a sua campanha paga tenha sucesso.

Em seguida, é o momento de definir quais são os objetivos principais do seu negócio. Você quer anunciar um produto específico? Quer conquistar mais clientes para a sua empresa? Deseja aumentar as vendas? Tornar o seu negócio mais popular na internet? Estabeleça o que você pretende alcançar com os anúncios.

Após isso, você deve ter uma página para onde os visitantes serão levados ao clicarem em seu anúncio. Um conteúdo de qualidade, informativo e que mostre o real valor de seu produto/serviço é extremamente importante para gerar confiança no consumidor. (Para criar textos em seu site, procure uma agência de conteúdo, como a RedaWeb por exemplo.)

O último passo é estabelecer qual plataforma de anúncios pagos pode ser a mais vantajosa para a sua empresa. O Google AdWords é a ferramenta mais utilizada na atualidade, e permite que os anúncios do seu negócio apareçam em posição de destaque na plataforma de buscas do Google quando os usuários digitam determinadas palavras-chave.

Criando anúncios de qualidade para a minha empresa

Muitas pessoas acabam se decepcionando com ferramentas como Google AdWords, Facebook Ads. e Instagram Ads porque não sabem como utilizá-las da maneira correta para atingir os objetivos de sua empresa. Por isso mesmo, é preciso ter em mente que não adianta apenas fazer o cadastro em uma dessas plataformas e começar a criar anúncios aleatórios.

Para uma campanha de sucesso na internet, com o objetivo de melhorar a visibilidade do seu negócio, é fundamental investir em anúncios organizados e planejados. Nas 3 ferramentas citadas, é possível contar com uma infinidade de recursos que ajudam a construir uma campanha de anúncios adequada para o seu tipo de negócio.

Portanto, depois de escolher a(s) plataforma(s) de anúncios pagos, é importante que você analise todas as opções que essas ferramentas proporcionam. Afinal, essa ainda é a melhor forma de criar anúncios de qualidade e que realmente vão chamar a atenção do seu público alvo.

Esse artigo sobre anúncios na internet foi útil para você? Compartilhe e deixe um comentário para que possamos saber a sua opinião!